Jesus e a Samaritana

  • por

“Quando, pois o Senhor veio a saber que os fariseus tinham ouvido dizer que ele, Jesus,  fazia e batizava mais discípulos que João (se bem que Jesus mesmo não batizava, e sim os seus discípulos), deixou a Judeia, retirando-se outra vez para a Galileia. Era necessário atravessar a província de Samaria.

Chegou, pois, a uma cidade samaritana, chamada Sicar, Perto das terras que Jacó dera a seu filho José. Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta. Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus. Dá-me de beber. Pois seus discípulos tinham ido à cidade para comprar alimento. Então, lhe disse a mulher samaritana: Como, sendo tu Judeu, pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana (Porque os judeus não se dão com os samaritanos)?

Replicou-lhe Jesus: Se conhecesses o dom de Deus e quem é o que pede: Dá-me de beber, tu lhe pediria, e ele te daria água viva.” (João 4:1-10)”.

Veja como a falta de discernimento deixa uma pessoa confusa diante da palavra de Deus.

A samaritana não entendia nada que Cristo  falava com ela , mas quando descobriu que estava na presença do Messias, o (Cristo), passou a entender que aquele homem era realmente o filho do Deus vivo, criador do céus e terra, saiu correndo em busca de seus amigos para também conhecerem o verdadeiro salvador.

A palavra nos ensina, ainda, que o poder transformador está naquele que nos criou. Bendito  o homem  que confia no Senhor e cuja a esperança é o Senhor. (Jeremias 17:7). Entendemos nesse encontro entre a mulher e Cristo, o maior ponto de partida para o verdadeiro caminho, visto que foi justificada pela fé no momento preciso, pois  confiou no Senhor e obteve sua salvação

Você também poderá obter esse privilégio, Deus está preocupado com a sua vida: Ele quer tirar o fardo pesado de suas costas (pecado). Basta beber da água que a samaritana bebeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *