Nome do Senhor Jesus

  • por

O nome do Senhor Jesus, segundo a palavra de Deus, consiste de acordo com o nome em uma expressão concedida sobre a obra do pai (João:17,6.26).

Evidentemente entendemos de maneira clara a revelação do caráter do nosso salvador, visto que o objetivo principal é a glorificação do nome do pai e o reconhecimento de sua própria divindade, (João 12,28). Ele intercede em oração para que o pai conserve seus discípulos em seu nome, como afirma (João 17,11), para que os quais sejam preservados como sua propriedade.

Essa revelação nos mostra ainda que ele age de acordo com  o pai, como explica a Bíblia, onde aprendemos que ele está na presença do pai e o pai nele. Jesus disse para seus discípulos informando que as palavras que ele diz, não são apenas dele. Ao contrário, do pai, que vive nele, realizando sobre a sua obra. E afirma dizendo: Creiam em mim quando digo que estou no pai e o pai em mim; ou creiam por causa das mesmas obras, disse Jesus: (João 14.11). A primeira petição está inserida no pai-nosso, sobre a sua divindade manifestada, (Mt: 6-9 e Lc 112).

Segundo a palavra de Deus, o desenvolvimento desse conceito no Novo Testamento, é justamente a teologia  aplicada sobre o nome do nosso eterno salvador, tendo como ponto de vista a divindade do próprio Jesus e seu excelente testemunho.

De acordo com alguns teólogos, a invocação do nome da poder aos discípulos para operar milagres, curar e expulsar demônios (Veja Lc 10: 17). Esse poder, segundo os teólogos, é invocado por aquele que não é membro do grupo dos discípulos (Mc 9,38) onde João disse: “Mestre”: Vimos um homem expulsando demônio em teu nome e procuramos impedi-lo, porque ele não era um dos nossos. Contudo Jesus tolera o uso do seu nome, visto que evidentemente foi usado na fé genuína.

A palavra nos ensina claramente que o nome de Jesus encontra-se acima de qualquer nome. Essa declaração na confissão cristológica, expressa sua total Transcendência sobre toda criatura; o nome  aqui mostra a realidade da pessoa expressa formalmente na fórmula confessional. Por isso Deus exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus  é o Senhor, para a glória de Deus pai. (Fl 2,11).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *