Política é coisa séria

  • por
O fantasma de Maricá teria praticado muitas maldades, teria maquinado males que afetaram muita gente, inclusive aos que lhe queriam bem e teria sido recompensado por suas malvadezas e desumanidades.
Maquiavel tinha razão. O poderoso não precisa ser respeitado, ele deve procurar ser temido pelas maldades que possa vir a praticar.
O mal, nas lições d’O Príncipe, o poderoso tem que praticar o mal de uma só tacada e o bem a contagotas, porque assim gera uma expectativa e um anseio pelo bem.
Essa é a lição que se pode tirar do estilo de governar do fantasma de Maricá que se apoderou do poder em São Gonçalo, com respaldado pelo voto popular.
O povo o quis, algumas pessoas a contragosto o aceitaram com o aval da Graça Matos. Eu fui um deles. Jamais me arrependo dos meus atos, apenas faço autocrítica e, nesse caso particular, cheguei a conclusão de que quem errou não fui eu, foi ele.
Esperávamos, todos nós, que a cidade fosse cuidada…
Meu voto foi consciente, foi na certeza de que, com Neilton Mulim, com o apoio de Graça, São Gonçalo buscaria e trilharia o bom caminho rumo ao desenvolvimento econômico, político e social, mas não foi o que aconteceu.

Esperávamos, todos nós, que a cidade fosse cuidada, que o atendimento médico-hospitalar melhorasse, que os serviços públicos fossem pelo menos satisfatórios, que as famílias pobres, remediadas ou ricas tivessem orgulho e respeito pelo governante.

Agora, voto no Zé Luiz Nanci com a mesma fé, a mesma esperança de que a vida vai melhorar, no dizer de Martinho da Vilha. Meu voto será sempre consciente, de cidadão e de morador de São Gonçalo que busca o melhor para a cidade em que moramos e que criamos os nossos filhos.

Hoje, o algoz rir a bom rir, e amanhã poderá continuar rindo de quem hoje o abraça na suposição de que ele é e será outra pessoa e não o exterminador do futuro.

E tem mais, meus amigos e pacientes moradores de São Gonçalo. Aguardem, pois a história não acabou aqui e…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *