Vamos dar as mãos?

  • por

Você já pagou um copo de cerveja ou de refrigerante, ao até um cafezinho a um amigo? Ou quem sabe ofereceu um cigarro a alguém? Pois bem, eu gostaria de convocá-lo a doar um copo da sua cerveja, refrigerante, café ou um cigarro a uma instituição que cuida dos mais necessitados em nossa cidade ou faz um trabalho de suporte à educação de nossas crianças.

Estive pensando, cá com os meus botões, em uma maneira de ajudarmos instituições sérias, que fazem um trabalho decente em prol dos mais necessitados em São Gonçalo. E me ocorreu que, se cada um de nós reservássemos um dia apenas para ajudar o próximo, tipo o DIA MUNICIPAL DO IDOSO E DA CRIANÇA, independentemente de leis, projetos ou movimentos políticos. Um dia, por exemplo, todo dia 5 de cada mês, fazer um depósito do equivalente ao ato de oferecer um copo de ceveja a um amigo… O litrão custa 8 reais, não é isso? E aí você reserva 2 reais que seria o equivalente a um copo, você deposita na conta de uma instituição que você conhece, e aí imagina se 100 mil amigos (nossa população é de mais de 1 milhão de pessoas) depositam 2 reais, por exemplo, ao Abrigo do Cristo Redentor, seriam 200 mil reais em um mês. E no dia 5 do mês seguinte, a gente ajuda o Luxo de Vida, de Itaúna, e o CIAN no Jardim Catarina, e o Instituto Léo de Sá, a APAE, o Lar Samaritano e assim por diante…

A idéia é eu passar isso pra você que está lendo e você passar pra mais quantas pessoas conseguir.

Que tal?

Quem sabe com essa corrente do bem, um pacto de cada um de nós com essas pessoas, um pacto meu, seu, de parentes e amigos; uma grande movimentação de boas almas para consertar o estrago que a política – aliás, a má política – provocou em nosso País, em nosso Estado e aqui na nossa cidade, nos quintais de nossas casas? A idéia é eu passar isso pra você que está lendo essa súplica e você passar pra mais quantas pessoas conseguir, e reverberar nosso propósito aos quatro cantos da cidade, e cada dia mais conseguirmos aumentar a nossa legião de amigos. Peça ao comerciante do seu bairro pra colocar um cofrinho ou uma caixa dessas que pede gorjeta, com o propósito de arrecadar troco para a instituição mais próxima de você. Assim você poderá observar como está sendo direcionada a sua ação e inclusive avaliar os resultados. Acho, sinceramente, que vai valer a pena.

Vamos dar as mãos???

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *